Notícias

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Alfândega: Bebidas e Alimentos para consumo próprio

Alimentos e bebidas para consumo próprio no dia de viagem (alimentos prontos para comer e bebidas não alcoólicas), regra geral passam na Alfândega isentos de impostos e/ou taxas aduaneiras (uma vez por dia/pessoa).

Bebidas alcoólicas e tabaco também estão isentos de impostos/taxas se a sua quantidade não ultrapassar os:

(por pessoa e por dia)
. 2L para bebidas que tenham uma taxa de alcoól até 15%
. 1L para bebidas que tenham uma taxa de alcoól acima de 15%
. 200 cigarros ou 50 charutos ou 250 g de tabaco para mascar/cachimbo/rapé ou 200 peças de papel de cigarro

Cada pessoa pode transportar por dia alimentos/mecardorias para consumo/uso próprio num valo total de 300 chf. Se o valor total fôr superior a 300 chf então os impostos/taxas são aplicados a todas as mercadorias.


Alguns alimentos (de natureza mais sensível) para consumo próprio podem passar isentos de impostos/taxas na Alfândega, mas estão sujeitos a algumas restrições de quantidade. São elas:


- manteigas, margarinas, natas de leite: 1 L/kg (pagam 16chf por cada L/Kg em excesso)

- leite: 5L (pagam 3chf por cada L em excesso)

- ovos: 2.5 kg (pagam 3.7chf por cada L/Kg em excesso)

- vegetais provenientes da União Europeia: 20kg/tipo de vegetal (pagam 3.70chf por cada Kg em excesso)


- frutas, excepto citrinos: 20kg/tipo de fruta (pagam 3.50chf por cada Kg em excesso)


- carne fresca/congelada de vaca/vitela/porco/cordeiro/cabrito/cavalo proveniente da União Europeia: 0.5kg (pagam 20chf por cada Kg em excesso)

- carne salgada/seca/fumada de vaca/vitela/porco/cordeiro/cabrito/cavalo em conjunto com carne de aves (fersca/congelada/salgada/seca/fumada) e salsichas/enchidos e carne enlatada/comida enlatada e qualquer tipo de comida que inclua carne : 3.5kg (pagam 13chf por cada Kg em excesso)


- cereais e derivados: 20kg/tipo de cereal (pagam 1.5chf por cada Kg em excesso)


- batatas e derivados: 2.5kg (pagam 7.5chf por cada Kg em excesso)


- margarinas, óleos e outras gorduras:4 L/kg (pagam 2.1chf por cada Kg em excesso)


- sumos de fruta: maçã, pêra, uva: 3L (pagam 0.90chf por cada L em excesso)

6 comentários:

Carla Tuga disse...

Muito obrigada pela informação, é muito útil. Bjo

Anónimo disse...

Parabéns! Cada vez está melhor o teu blog e como se vê está a ser muito útil. Continua.
Beijos ,Mãe

Sonhos Milka disse...

Muito útil!

Por cá avistam-se muitos carros de marca média alta atolados de chouriço, vinho, azeite, presunto...

Nem é preciso adivinhar a nacionalidade... :)

Sonhos Milka

Catarina Sá disse...

É a primeira vez que visito o seu blog e devo dar-lhe os parabéns pois de todas as duvidas que tinha, fiquei esclarecida.
Eu resido na zona de Bern e é muito dificil encontrar portugueses que consigam esclarecer dúvidas como a senhora esclarece.
Continue com este excelente trabalho, é uma grande ajuda para quem cá está e conhece mal as regras do país e para quem quer vir para cá e está de olhos vendados.
Bem haja
Cumprimentos, Catarina Sá

Anónimo disse...

E eu que procurei procurei e...nao encontrei esta informacao. Mas no Swiss Cafe é que é =)
Obrigado pela informacao e belo Blog.
ate a proxima!

Bypassone disse...

Peço desculpa por mais uma vez ter a audácia de a corrigir -deve estar a pensar que há pessoas como eu que não têm mais nada que fazer-
mas só hoje descobri o seu blog e estou literalmente a devorá-lo e a deixar a minha "pequena marca" onde posso e acho que devo.

O limite de 300 Sfr não é para a totalidade das compras, mas sim para um só artigo. Isto é, pode fazer compras de 1000, 2000 ou até mais, desde que nenhum produto tenha um preço superior a 300 Sfr. Nesse caso paga a taxa alfandegária correspondente ao valor em excesso DESSE produto, taxa essa calculada em função do tipo de produto (alimentar, electronico, luxo, etc.)
Se nenhum dos produtos que comprar tiver um preço superior a 300 SFR. e não ultrapasse as quantidades permitidas em nenhum, pode comprar o que quiser no estrangeiro e não paga taxa alfandegária (além de lhe devolverem a diferença do IVA quando voltar ao mesmo supermercado, como p. ex. em Waldshut).
Tirando isso, só me resta dar-lhe os parabéns por esta verdadeira compilação enciclopédica (ou enciclopédia de compilações) sobre os "usos e costumes" helvéticos. Tivesse eu vindo cá cuscar há alguns anos atrás e, quem sabe....