Notícias

terça-feira, 28 de abril de 2009

A gripe suína e a Suiça

Segundo o relatório de hoje do Gabinete Federal de Saúde Pública (BAG), a Organização Mundial da Saúde (OMS) descreve a actual situação como sendo uma situação de"emergência de saúde pública de preocupação internacional" e aumentou o nível de alerta de pandemia de Fase 3 para Fase 4. Isto significa que foram identificados casos de focos de transmissão limitada e localizada entre humanos.

Até agora não existem casos confirmados de pessoas com esta gripe no país, no entanto, 5 pessoas (dos cantões de Aargau, Berna, Genebra e Zurique) estão sob suspeita de estarem infectadas.


Segundo a Comissão Europeia, através do Centro Europeu de Prevenção e Controle
(ECDC), existem hoje três situações de risco no mundo. São elas:

1. Risco de Epidemia em larga escala: no México
2. Surtos confirmados de Epidemia: Canadá e E.U.A.
3. Casos suspeitos sob investigação, sem transmissão local: Europa e Suíça.

Hoje recebi na empresa uma newsletter do Departamento Cantonal de Medicina no Trabalho a aconselhar-nos a evitar tanto quanto possível viajar para as zonas afectadas ou então caso isso não seja possível, a aconselhar-nos a ficar em casa/trabalhar de casa nos 5 dias após a nossa chegada de uma das zonas afectadas (tempo que demoram os primeiros sintomas a aparecer).

Deixaram-nos ainda os seguintes links/contactos para acompanharmos o evoluir da situação:


- Número de Urgência Nacional: ++41 (0)31 322 21 00
- Inforamção sobre os diversos tipos de gripe: www.bag.admin.ch/influenza/
- Informação sobre o que fazer/como reagir em caso de uma pandemia: www.pandemia.ch
- Centro Europeu de Prevenção e Contrôle de Doenças (ECDC): ecdc.europa.eu/en/
- Organização Mundial de Saúde (OMS):
www.who.int/fr/index.html e
www.who.int/csr/disease/swineflu/en/index.html

2 comentários:

O Relojoeiro disse...

Este é sem dúvida um problema global, no entanto e segundo especialistas em Portugal, ainda é cedo para perceber o grau de gravidade desta gripe...
não nos podemos esquecer que em Portugal morrem entre 800 a 900 pessoas por ano derivado á gripe comum.
Claro que a OMS está a fazer o papel dela...prevenir para não ter de remediar, só que pessoalmente acho que se está a empolgar um pouco este caso.
Já ninguém fala da gripe das aves como se falava, penso que dentro de pouco tempo esta situação será igualmente controlada.
Espero estar certo...

aurora disse...

esperemos que sim :)